Pescado ilegal e madeira irregular são apreendidos no porto do São Raimundo

O pescado e a madeira estavam em dois barcos do tipo recreio ─ Foto: Divulgação

Cerca de 10 toneladas de pescado ilegal, da espécie pirarucu, e 20 metros cúbicos de madeira em situação irregular foram apreendidas pelo Batalhão de Policiamento Ambiental da Polícia Militar, na sexta-feira (12), no Porto do São Raimundo, Zona Oeste de Manaus.

O pescado e a madeira estavam em dois barcos do tipo recreio, que saíram do município de Tapauá (distante 448 quilômetros da capital amazonense). Tanto o pescado quanto a madeira foram encontrados nos porões das embarcações. Junto com o pescado também estavam 15 quilos de carne de animais silvestres e inclusive, quelônio.

Material ilegal foi encontrado no porão de embarcação ─ Foto: Divulgação/PMAM

Segundo o Major Santos Correia, do Batalhão Ambiental, os suspeitos vão responder por crime ambiental. “O pirarucu foi encontrado no porão da embarcação, sem autorização para manejo. A madeira estava sem o documento. Por enquanto, duas pessoas vão ser apresentadas. Já acionamos o delegado para fazer os procedimentos necessários”, explicou.

A pesca do pirarucu só é permitida em áreas de manejo. É preciso apresentar guia de transporte ou guia de comercialização, obtidos no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Para o transporte de madeira, é necessário obter o Documento de Origem Florestal (DOF), também junto ao Ibama.

*Com informações da assessoria

Comentarios