Manaus terá nova mobilização para imunizar crianças

Foto: Altemar Alcântara/Semcom

Em busca de alcançar a meta de imunização de crianças na Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza e da necessidade de proteger as crianças contra os vírus da gripe, a Prefeitura de Manaus vai promover na manhã do próximo sábado, 27/6, uma mobilização para imunizar exclusivamente a população na faixa etária de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias. As equipes irão atuar, das 8h às 12h, em 133 pontos estratégicos de todas as zonas urbanas de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que as crianças nessa faixa etária representam um dos 16 grupos prioritários para a imunização contra a influenza, indicados pelo Ministério da Saúde, mas tem sido registrado um baixo comparecimento de pais e responsáveis levando os filhos até Unidades de Saúde para a aplicação da vacina.

“A vacinação das crianças começou na terceira etapa da campanha de influenza, no dia 11 de maio, e a Prefeitura de Manaus tem mantido 140 pontos de vacinação para atender esse público de segunda a sexta-feira, reforçando todas as medidas de segurança para evitar aglomerações e reduzir o risco de disseminação da Covid-19, como foi determinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto”, explica Marcelo Magaldi.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) também realizou uma primeira mobilização em um sábado, dia 6 de junho, com 173 postos instalados para a vacina exclusiva de crianças. “Com todas essas estratégias, a Semsa já imunizou 101.218 crianças desde o início da terceira etapa da campanha, mas os dados mostram que 90.460 crianças continuam desprotegidas. E a mobilização no próximo sábado é mais uma oportunidade para que pais e responsáveis levem as crianças até um posto de vacinação”, destaca Marcelo Magaldi.

Mobilização

Segundo a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes, a mobilização, na manhã de sábado, terá equipes concentradas atuando em unidades de saúde e outros pontos estratégicos, como escolas e associações comunitárias, mas os profissionais irão trabalhar também de forma volante, dependendo da demanda, com busca ativa de crianças em locais de maior circulação de pessoas.

“No espaço geográfico de cada posto de vacinação, as equipes estarão atentas aos locais com maior concentração de pessoas, fazendo o deslocamento quando houver necessidade para levar a vacina até a população”, esclarece Isabel Hernandes.

A recomendação é que pais e responsáveis compareçam ao posto de vacina apresentando o Cartão de Vacina da criança e o Cartão SUS (Sistema Único de Saúde). A lista com o endereço dos 133 pontos estratégicos para vacinação pode ser acessada no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br).

Campanha

Iniciada no dia 23 de março, a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza será encerrada na próxima terça-feira, 30/6. Este ano, por conta da pandemia da Covid-19, a campanha foi dividida em três etapas para atender todos os grupos prioritários e evitar aglomerações nas Unidades de Saúde.

“Em Manaus, a campanha iniciou com a imunização de idosos a partir de 60 anos com a vacinação de casa a casa, além da estratégia de drive-thru. Para esse público-alvo, a campanha superou a meta de vacinação com a aplicação de 161.057 doses, atingindo 144,23% do público estimado pelo Ministério da Saúde”, informa Isabel.

A campanha disponibiliza vacina trivalente que protege contra os vírus da influenza A (H1N1), da influenza B e da influenza A (H3N2), e, além de crianças e idosos, tem como público-alvo pessoas com deficiência, trabalhadores da saúde, gestantes, mães no pós-parto até 45 dias (puérperas), professores, pessoas de 55 a 59 anos de idade, trabalhadores de transporte coletivo, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento na ativa, caminhoneiros, indígenas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, portuários e caminhoneiros.

Comentarios