Deccor apura denúncia de venda de cirurgias no Adriano Jorge

Deccor realizou busca e apreensão de documentos na unidade hospitalar ─ Foto: Anamaria Leventi / Divulgação

A Delegacia Especializada em Combate a Corrupção (Deccor) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (3), uma operação na Fundação Hospital Adriano Jorge para apurar denúncia de venda de cirurgias. As informações são do D24AM.

De acordo com a denúncia, feita há quatro meses no Ministério Público do Amazonas (MP-AM), pessoas circulavam na unidade oferecendo vantagens aos pacientes.

Na manhã desta quinta, policiais da Deccor realizaram busca e apreensão de documentos na Fundação Hospital Adriano Jorge. “A operação é para busca e apreensão de documentos para verificar a venda de cirurgias para os pacientes. A denúncia informa que pessoas circulavam pela unidade cobrando um valor para facilitar e agilizar cirurgias”, disse o delegado Guilherme Torres.

As investigações também devem apurar a possível participação de funcionários da unidade de saúde no esquema.

‘Guaraná’

De acordo com um paciente, que pediu para não ser identificado, o serviço já foi oferecido a ele. “Eu estive aqui no Hospital Adriano Jorge há cerca de dois anos e estava na fila de espera para realizar uma cirurgia. Nessa época, uma pessoa me abordou e perguntou quanto de ‘guaraná’ (gíria para dinheiro relacionado a propina) eu poderia dar para subir na fila. Lógico que não aceitei e fiz o certo. Aguardei minha vez”, explicou.

Comentarios