Amazonense é vítima de latrocínio no Rio Grande do Sul

A mulher foi encontrada deitada de bruços na cama e vestia apenas roupas íntimas. ─ Foto: Arquivo pessoal

Uma mulher, de 29 anos, identificada como Deyna Chayena Nunes da Silva, foi encontrada morta, na noite da última quinta-feira (24), em um apartamento de aluguel por temporada no Centro de Gramado. A Brigada Militar foi acionada por duas amigas da vítima, por volta das 23h30. De acordo com informações da BM, Deyna era garota de programa.

Segundo as testemunhas, a vítima tinha marcado um programa, via aplicativo de mensagem, próximo das 19h30, com um rapaz desconhecido. Pelas 20 horas, Deyna enviou mensagens à amiga, alegando que o rapaz era estranho e que tinha ‘cara de malandro’. Cerca de dez minutos depois, as testemunhas enviaram mensagens para a vítima, que não respondeu.

Segundo a Polícia, o travesseiro pode ter sido utilizado para asfixiar a vítima. ─ Imagens: Divulgação

Elas foram até o apartamento onde a vítima estava e encontraram o corpo de Deyna, de bruços na cama, apenas com peças íntimas. No local, perceberam que havia um travesseiro no chão, sujo de maquiagem, com batom na cor que a vítima usava. O celular e o dinheiro da carteira dela que, conforme as testemunhas era de um programa anterior, tinham sumido.

Em contato com a delegada plantonista, foi feito o registro de ocorrência por latrocínio e necropsia será realizada com exames sublingual, toxicológico, alcoólico e de violência sexual.

FONTE: Diário de Canoas

Comentarios