Sancionada lei que dá nome de Rosemary Costa Pinto à FVS

Rosemary Costa Pinto faleceu em janeiro deste ano por complicações decorrentes da Covid-19.

Conforme lei que acaba de ser sancionada pelo governador Wilson Lima, de autoria do deputado estadual Belarmino Lins (PP), a FVS (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas) passará a denominar-se Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto.

Publicada no Diário Oficial do Amazonas, no último dia 17, a lei, de acordo com o líder progressista, homenageia a ex-presidente do órgão sanitário, Rosemary Pinto, falecida em janeiro passado, vítima da Covid-19. “A Doutora Rose era uma profissional de grande valor, atuando no combate ao coronovírus, razão pela qual foi agraciada com a medalha da Ordem do Mérito com que o Governo do Amazonas”, disse Belarmino.

Rosemary era farmacêutica bioquímica, sanitarista e epidemiologista de carreira da FVS, instituição que ajudou a fundar há 25 anos. Foi formada pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Osvaldo Cruz – ENSP/Fiocruz, e era especialista em Informação e Informática em Saúde pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Comentarios