Rapaz morre 72 horas após casar e deixa carta emocionante: ‘Fui muito sortudo’

Em três dias, Tristan morreu de um câncer terminal raro. ─ Foto: Reprodução

A enfermeira Rebecca Hoedmaker é prova de que não se mede esforços para o amor. Em dois dias, a britânica organizou o casamento com o marido Tristan, que enfrentava um câncer terminal raro.

Duas semanas antes, Tristan havia descoberto a doença e não teria muito tempo de vida. Para o The Sun, Rebecca contou a história de amor dos dois e a tristeza que é perder quem ama para a doença.

“Foi devastador perder o homem incrível que eu amava de maneira tão cruel”, disse a enfermeira, que ficou viúva com apenas 23 anos. Hoje com 25, ela lembra com carinho dos 5 anos de namoro com Tristan.

Ela disse que o marido nunca reclamou nas duas semanas em que esteve no hospital e que ele enfrentou a doença com muita coragem. “A única preocupação dele era me deixar para trás”, disse Rebecca.

Como o câncer estava em um estágio muito agressivo, os médicos resolveram indicar tratamentos paliativos para diminuir a dor de Tristan. Quando a equipe de cuidados chegou no quarto de hospital, perguntaram o que ele queria fazer antes de morrer.

“Ele respondeu que estava esperando o aniversário de 5 anos de namoro para me pedir em casamento, então da cama do hospital ele me fez a proposta e eu disse sim”, conta Rebecca.

A equipe ajudou a noiva a planejar o casamento. Rebecca foi com a mãe e a irmã do noivo correndo comprar o vestido de noiva em poucas horas.

“Foi bizarro, as coisas estavam acontecendo tão rápido. Eu me senti tão feliz, mas também muito triste. Queria me casar com Tristan, mas não queria que fosse nessas circunstâncias”, disse a enfermeira.

E um dia após comprar o vestido, Tristan fez o pedido de casamento tradicionalmente, de joelhos. Eles fizeram o convite pelo Facebook e Rebecca escolheu as madrinhas o mais rápido possível.

“Ao entrar para o nosso casamento, fiquei chocada. Eu esperava que tivéssemos poucos convidados, mas 150 pessoas apareceram. O espaço estava lotado”, contou a enfermeira.

Eles casaram em uma sexta, o final de semana correu normalmente, com Tristan animado pelo casamento, vendo fotos e brincando com Rebecca. “Mas na segunda ele ficou mal e faleceu na mesma tarde. Tudo aconteceu muito rápido, apenas 72 horas que estávamos casados e três semanas que ele havia ficado doente”, afirmou Rebecca.

Ela recebeu uma carta que Tristan escreveu antes de morrer. No documento dizia que Rebecca precisava continuar a vida e aproveitar o máximo. “A carta dele falava que eu precisava que continuasse sendo a faísca brilhante que ele amava. Ele me disse que era o homem mais sortudo do mundo por me conhecer e estava triste por eu ter que continuar só”, contou Hoedmaker.

Para manter o nome de Tristan vivo, Rebecca lembrou o amor dele por animais e criou a organização Tristan’s Pawprints. Arrecadando dinheiro para instituições de caridade para animais pela costa da Inglaterra. “Ele era louco por todos os animais, tanto de estimação quanto selvagens. Isso me deu algo positivo em que me concentrar”, diz Rebecca.

FONTE: IG DELAS

Comentarios