Programa Reintegrar beneficia mais 33 egressos e apenados do sistema prisional com microcrédito da Afeam

© Divulgação/Afeam

Nesta terça-feira (04/12), mais 33 egressos e apenados do sistema prisional, exceto do regime fechado, foram contemplados como o Programa Reintegrar, do Governo do Amazonas. Em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a Agência de Fomento (Afeam) aprovou R$ 99 mil em microcrédito para que esse público empreenda e gere renda própria.

O Programa prevê microcrédito de até R$ 3 mil, recurso destinado à implantação e desenvolvimento de pequenos negócios. Após o seu lançamento em 2017, esta é a segunda ação de crédito do Reintegrar. A primeira foi em maio deste ano, ocasião em que foram atendidas 14 pessoas, com um investimento de R$ 42 mil.

“É com muita satisfação que beneficiamos mais pessoas com esse Programa de reintegração social. Tenham orgulho dos cursos que fizeram e aproveitem essa oportunidade”, destacou o secretário adjunto da Seap, major Lima Júnior. Após a seleção dos interessados no microcrédito, a Seap os encaminha aos parceiros Sebrae e Cetam, para cursos de capacitação técnica e em empreendedorismo.

Transformando vidas – A chefe do Departamento de Reintegração Social da Seap, assistente social Zuleide Nogueira, destaca o papel social do Programa e explica que cada beneficiado é visitado trimestralmente pela Seap. “Nas visitas, comprovamos como esse Programa tem transformado a vida dessas pessoas para melhor. São vencedoras e que devemos apoiar”.

Empreendedorismo – Nessa segunda ação de liberação de crédito do Reintegrar, em 2018, diversas atividades serão desenvolvidas, conforme explica a presidente eleita da Afeam, Iolane Machado. Os futuros empreendedores irão explorar o comércio com carros-lanche, atividades varejistas, salão de cabeleireiro, bazar, armarinho, oficinas de manutenção e reparos, padaria.

“É muito bonito esse trabalho da Seap, porque cuida não apenas dos que estão no sistema prisional, mas também dos que estão saindo, apostando em um processo de ressocialização”, ressalta Iolane.

Expansão – A Diretora Administrativa e Financeira da Afeam, Ana Lúcia Almeida, afirma que projetos como o Reintegrar reforçam a política da nova gestão da Agência de Fomento, de ampliar o atendimento aos mais diferentes públicos, em todo Estado. “Essas pessoas que passaram ou estão saindo do sistema prisional estão retornando à sociedade com dignidade, e contribuindo com o empreendedorismo”.

Em 2018, a Afeam ampliou o atendimento ao microcrédito com o Programa Renda Certa; realizou duas ações do Programa Reintegrar; abriu dois novos postos fixos no interior do Estado, em Presidente Figueiredo e no município Rio Preto da Eva; além de lançar novas linhas de financiamento: AFEAM Energia Solar, AFEAM Inovar e AFEAM Taxista.

Comentarios