Pescadores vão à Brasília pressionar para desbloqueio de carteiras retidas da categoria

Segundo Walzenir Falcão, sem as carteiras, os pescadores não podem exercer a atividade pesqueira.

Na quarta-feira, dia 04, haverá uma reunião com todas as Federações Estaduais de Pescadores, em Brasília, onde será inaugurada a nova sede da Confederação Nacional da categoria. Segundo o presidente da CNPA, Walzenir Falcão, pelo menos 25 Colônias do Amazonas vão estar presentes ao evento.

Segundo Walzenir Falcão, está prevista uma reunião com o Secretário de Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif para tratar do desbloqueio de mais de 200 mil carteiras de pescadores que estão suspensas desde 2015.

Sem as carteiras, explica Walzenir, os pescadores não podem exercer a atividade pesqueira. Ele diz ainda que mais de 400 mil pescadores que deram entrada com um protocolo na Secretaria, estão impedidos de receber qualquer benefício do INSS-Instituto Nacional da Seguridade Social, como aposentadoria por invalidez , ou permanente, auxílio maternidade, além disso, não podem receber o Seguro Defeso no valor de um salário mínimo em 4 parcelas, direito que é assegurado ao pescador e sua família.

Com a recusa na liberação das carteiras por parte da secretaria, o INSS não pode efetuar o pagamento do benefício aos pescadores. Segundo Walzenir Falcão está havendo falta de interesse político do governo federal e acusa o secretário Jorge Seif de estar por trás dessa manobra, prejudicando a pesca artesanal no Brasil.

Ele lembra que o Secretário Jorge Seif pertence a uma empresa de pesca localizada em Santa Catarina, onde o setor vai a todo vapor, mas por outro o pescador artesanal está abandonando no restante do país.

O setor já teve uma Secretaria Nacional da Pesca, Mas no governo de Dilma Roussef aconteceu o fim do Ministério da Pesca, daí então os pescadores ficaram sob o domínio do MAPA-Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e em seguida jogados para o Ministério da Indústria e Comércio Exterior, depois para a Secretaria Geral da presidência da República, e finalmente de volta ao MAPA.

Walzenir acrescenta que a categoria vai se mobilizar pela recriação do Ministério da Pesca, haja vista, os pescadores virem sendo usados por políticos inescrupulosos com o intuito de obtenção de votos durante as eleições.

*Com informações da assessoria

Comentarios