Operação policial integrada apreende 1,2 toneladas de entorpecentes no interior

(Foto: Tarcísio Heden / SSP-AM)

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em uma ação integrada com a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Federal (PF/AM), apreendeu 1,2 toneladas de entorpecente, três armas de fogo e prendeu um homem foragido da Justiça. A ação, determinada pelo secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, ocorreu nas proximidades do município de Santa Isabel do Rio Negro (a 626 quilômetros de Manaus).

Os policiais se deslocaram ao município na manhã do último sábado (13/11), dia em que a operação foi deflagrada. O general Mansur ressaltou que, nos últimos dias, a SSP-AM tem realizado várias operações integradas e que essas ações alinhadas a outros órgãos têm fortalecido o combate ao crime no estado.

“Foi uma grande investigação da Polícia Federal e da SSP na calha do rio Negro, na proximidade de Santa Isabel do Rio Negro, onde conseguimos essa apreensão. Esse trabalho é fruto da investigação, e é isso que estamos fazendo. Nos últimos 15 dias, já tivemos mais de quatro toneladas de entorpecentes apreendidos”, disse.

Antes da apreensão, os policiais realizaram um intenso trabalho de investigação. Na ocasião, um grupo criminoso foi identificado, assim como a localização da carga de entorpecentes.

Segundo o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Encarnação, as drogas estavam escondidas em uma área de mata, onde aguardavam para serem enviadas à Manaus e outros estados brasileiros para comercialização.

“As polícias, juntas, fizeram um levantamento. Não houve confronto. Houve até a campana, desgaste dos policiais durante alguns dias para levantar as informações”, explicou.

Entre os entorpecentes há maconha tipo skunk e cocaína. Além das drogas, três espingardas também foram apreendidas. Um homem com mandado de prisão em aberto pelo crime de tráfico de drogas, que confessou ser o responsável pela logística do material ilícito, foi preso pelos policiais durante a ação. As equipes policiais chegaram em Manaus nesta quinta-feira (18/11), com toda materialidade. Outras pessoas foram identificadas e a polícia segue com as investigações em torno do caso.

Além de agentes da SSP-AM e da PF, a operação também contou com o apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio da Companhia de Operações Especiais (COE) e do Batalhão Ambiental do Comando de Policiamento Ambiental (BPAmb).

 

Comentarios