Mulher mata companheiro acidentalmente com arma de caça

Aldair foi atingido no lado esquerdo do rosto ─ Foto: Divulgação

Aldair José Rodrigues Linhares, de 46 anos, morreu após ser baleado com um tiro de espingarda disparada pela própria companheira dele Vanessa Lopes Pereira, de 19 anos. O crime ocorreu na quinta-feira (23), por volta das 17h, no ramal do Urubui, em Presidente Figueiredo (município distante 107 km em linha reta de Manaus).

Conforme a Polícia Cívil, a equipe foi acionada via Ciops informando que havia uma ocorrência em uma área do ramal conhecida como Cachoeira Natal. Os policiais encontraram familiares da vítima e da companheira dele que estavam no hospital do município.

De lá, os policiais foram acompanhados de duas pessoas até o ramal da Cachoeira Natal, onde encontraram o corpo do homem enrolado em uma rede, em cima de uma mesa de madeira.

Para os policiais, a jovem relatou que ela e Aldair saíram para caçar e, no momento em que ele foi preparar uma armadilha, o homem entregou a espingarda para ela. A mulher não percebeu que a arma estava carregada e acabou puxando o gatilho acidentalmente, atingindo o companheiro no lado esquerdo do rosto.

A jovem ainda teria tentado acordar o homem, mas não conseguiu. Ela decidiu correr para pedir ajuda de moradores, que foram ao encontro do cadáver e carregaram para uma casa.

Todos os envolvidos foram levados ao prédio da 37° Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Presidente Figueiredo para prestar esclarecimentos. Na unidade policial, foram apresentadas uma espingarda calibre 20 com um cartucho deflagrado e uma arma caseira de ferro conhecida como “toco”.

Os procedimentos seguem em andamento e a mulher deve ficar à disposição da Justiça.

FONTE: EM TEMPO

Comentarios