Motoqueiro morre em acidente na Torquato

Relatos de testemunhas indicam que Thallis Neves Zanetti estava em alta velocidade na hora do choque. © Antônio Lima

De acordo com informações da Divisão de Operações do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), as informações preliminares são de que a vítima derrapou durante a chuva. Com o impacto, o semáforo foi derrubado.

Segundo o agente do Manaustrans LK Ramos, os relatos sobre a versão do acidente são de testemunhas que estavam na parada de ônibus no momento. “A suspeita é que ele seguia em velocidade alta e com a pista molhada derrapou. Ao derrapar, ele perdeu  o controle da moto”, contou.

A moto guiada por Thallis era uma Yamaha XJ6, que tem 600 cilindradas de potência e motor de quatro cilindros e 16 válvulas. A motocicleta chega a atingir até 217km/h, conforme informações do fabricante. Um modelo novo chega a custar a partir de R$ 35 mil.

A família de Thallis esteve no local do acidente mas preferiu não falar com a imprensa.

O acidente provocou grande engarrafamento nas avenidas Constantino Nery e Djalma Batista, além da própria Torquato Tapajós.

Por A Crítica

Comentarios