Moro nega que será vice de Bolsonaro em 2022: ‘Escolha melhor seria o próprio Mourão’

Cotado para o STF, Moro disse achar inapropriado hoje o debate sobre a sucessão dos ministros ─ Foto: Adriana Lorete / Agência O Globo

BRASÍLIA – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , negou nesta quarta-feira que tenha a pretensão de disputar a eleição para a Presidência em 2022 ou o objetivo de concorrer como vice em uma eventual chapa do presidente Jair Bolsonaro à reeleição. Moro defendeu que o atual vice, Hamilton Mourão , é o nome mais indicado para o posto.

O ministro participou nesta tarde do seminário E agora, Brasil?, organizado pelos jornais O GLOBO e Valor Econômico, com o patrocínio da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

– Três anos (até a eleição) é um período de tempo significativo. Tenho grande apreço pelo general (Hamilton) Mourão. Agora surgiu essa história (de ser vice), mas é coisa que não passa pela minha cabeça. Isso vai ser construído lá na frente e cabe ao presidente Jair Bolsonaro fazer a escolha. Escolha melhor seria o próprio Hamilton Mourão – afirmou Moro.

Moro acrescentou que, na condição de ministro do governo, não vê outra possibilidade que não seja apoiar a campanha de Bolsonaro à reeleição:

– O presidente (Bolsonaro) já se posicionou que vai concorrer à reeleição, então seria impossível fazer algo diferente de apoiar o presidente do Jair Bolsonaro à reeleição.

Mais cedo, ao ser questionado sobre uma possível chapa com Moro , como vice-presidente nas eleições presidenciais de 2022, Bolsonaro disse estar “casado com Mourão”.

– Por enquanto estou casado com Mourão, sem amante – disse.

Apesar da fala, o presidente elogiou o ministro da Justiça, disse que Moro aprendeu bastante e o chamou de ‘hábil político’.

Por O GLOBO

 

Comentarios