Instituto Federal do Amazonas participa de simpósio Internacional

O evento acontece neste dia 03 de agosto na escola Superior de Magistrados do Amazonas

Na manhã desta sexta-feira dia 03 de agosto o Instituto Federal do Amazonas participou do Simpósio Internacional de Diversidades e Políticas Ambientais, representado pela figura se seu Magnífico Reitor Antonio Venâncio Castelo Branco o IFAM participou do evento que trata de temas como: Tecnologia, meio ambiente, educação política, entre outros temas que devem estimular ainda mais a troca de experiências entre os participantes promovendo uma reflexão mais profunda sobre o tema.

Com o tema “Progresso, consumo e natureza” o simpósio tem o objetivo de evidenciar as tendências da Amazônia e proporcionar maior visibilidade internacional e benefícios a diferentes segmentos da sociedade.

Entre os aspectos abordados no simpósio estão a educação pluricultural onde o magnífico Reitor do IFAM Antonio Venâncio Castelo Branco, teve a oportunidade de expor os trabalhos realizados junto as comunidades indígenas do estado do amazonas. Entre as contribuições para educação escolar indígenas executadas pelo IFAM estão as ações institucionais de Criação do Núcleo de Educação escolar indígena a implantação das Políticas e Diretrizes escolares Indígenas e a criação da Coordenação Escolar Indígena. Entre as ações sistêmicas estão a criação da Especialização Lato Sensu em PROEJA Indígena, as ações de aperfeiçoamento de Saberes Indígenas e a criação do centro de idiomas e o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro e Indígena (NEABI).

Entre as ações voltadas a Educação escolar Indígenas podemos destacar a criação do centro de idiomas Nheengatu e Tucano, a implantação da biblioteca na comunidade do baixio e realização de processo seletivo em língua materna nas comunidades indígenas iniciativa pioneira no País.

Mesa Redonda

O professor Dr. PHD James Nilmam da Universidade Americana SEMO – Southeast Missouri State abordou o tema da diversificação de disciplinas com o intuito de criar em cada cidadão uma percepção única e pessoal da importância da preservação e da consciência ambiental para que os mesmos possam discriminar essa ideia e o modo de perceber o meio ambiente de maneira mais profunda. Observando estudo de casos com análises de dados quantitativos e qualitativos obtidos através de pesquisa com estudantes das universidades norte americanas, pode se observar a eficácia do método e da aplicação da educação pluricultural como agente de mudança ativo na criação de uma consciência ambiental cooperativa.

Dr. Cleto Leal vice reitor da Universidade Estadual do Amazonas, fala sobre a importância da utilização da tecnologia no processo de oferta de disciplinas pluriculturais e os métodos para se ofertar a educação na forma pluricultural.

Magnífico Reitor da UFAM Dr. Silvio Mario Puga, fala sobre o contexto amazônico da educação pluricultural e suas especificidades, destaca os aspectos relacionados a sustentabilidade dentro dos aspectos pluriculturais da educação, apresenta ações realizadas pela UFAM como o incentivo ao acolhimento de alunos estrangeiros oriundos da África e América Latina e a oferta de cursos de licenciatura voltadas as comunidades indígena.

Comentarios