Indianos estão usando fezes de vaca contra a Covid-19

FOTO: Amit Dave/Reuters

No estado de Gujarat, pessoas têm visitado currais uma vez na semana para cobrir o corpo com fezes e urina de vaca. Tudo isso na esperança de fortalecer a imunidade e não contrair o coronavírus e até mesmo pensam que podem ajudar na recuperação da doença.

Até o momento, mais de 22,6 milhões de pessoas foram infectadas pela Covid-19 na Índia. Alguns especialistas apontam que o número real deve ser 10 vezes maior. Por lá, ainda faltam leitos nos hospitais, oxigênio e medicações, causando ainda mais mortes por falta dos tratamentos adequados.

O que a vaca representa no hinduísmo?

A vaca é considerada uma entidade sagrada no hinduísmo. Para os fiéis significa a vida e da terra. Por muitos séculos, os hindus utilizaram o estrume de vaca em rituais religiosos. Eles acreditam veemente que o material tem propriedades terapêuticas.

“Vemos até mesmo médicos aqui. A crença deles é que essa terapia melhora a imunidade e que eles podem atender os pacientes sem receio”, disse Gautam Manilal Borisa, um gerente de uma empresa farmacêutica, à Reuters.

O próprio frequenta uma escola de monges hindus para passar pelo banho de estrume.

As pessoas que participam do ritual passam uma mistura de estrume e urina em seus corpos e esperam secar. No final, eles se abraçam e homenageiam as vacas no recinto e também praticam yoga. Logo após, se lavam com leite.

O doutor J.A. Jayalal, presidente da Associação Médica Indiana, confirmou que não há nenhuma comprovação científica de que estrume e urina de vaca podem fortalecer a imunidade contra a Covid-19. “Há risco à saúde ao usar esses produtos. Doenças dos animais podem contaminar os humanos”, disse.

Além disso, acontecem as aglomerações de pessoas nesses ambientes, o que vai contra as orientações mundiais de especialistas para evitar a disseminação da doença pelo mundo.

FONTE: CATRACA LIVRE

Comentarios