Funcionário de 49 anos morre no Palácio do Planalto após mal súbito

A Presidência informou ainda que a família da vítima foi avisada. Não há informações sobre o sepultamento | Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do DF

Um funcionário terceirizado que prestava serviços no Palácio do Planalto morreu, na tarde desta quinta-feira (19), enquanto trabalhava. Marco Aurélio Fagundes dos Anjos, 49 anos, sofreu mal súbito e não resistiu.

A Presidência da República confirmou o caso e divulgou uma nota de pesar. Segundo relatos de colegas, a vítima trabalhava normalmente quando passou mal e caiu no chão.

“A Presidência da República registra com pesar o falecimento do senhor Marco Aurélio Fagundes dos Anjos, ocorrido na tarde desta quinta-feira (19), no Palácio do Planalto”, diz trecho da nota do Planalto.

O socorro, segundo o órgão, foi prestado imediatamente pela Coordenação de Saúde da Presidência da República, que fez os primeiros procedimentos na tentativa de reanimar a vítima.

O funcionário foi atendido ainda por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), que constatou a morte. Os bombeiros foram acionados e utilizaram um helicóptero (foto em destaque) para resgatar o funcionário.

“O paciente já estava sendo atendido por equipe médica do Palácio do Planalto, de imediato a guarnição da UR iniciou sua atuação em apoio à equipe médica, em seguida o Resgate 02 chegou ao local, atuando juntamente com os demais profissionais, infelizmente o paciente, senhor Marco Aurélio F. dos Anjos, de aproximadamente 50 anos, veio a óbito no local”, destacou a corporação, em nota.

Marco Aurélio era funcionário da empresa Apecê Serviços Gerais. Segundo colegas de trabalho, ele arrumava mesas, cadeiras e salões no Palácio do Planalto.

A Presidência informou ainda que a família do funcionário foi avisada. Não há informações sobre o sepultamento.

Por METRÓPOLES

 

Comentarios