Dilma dá bolo, e deixa Lula na mão de Moro

Ex-presidente iria depor nesta quinta-feira (9)

Alegando “compromissos assumidos”, a ex-presidente Dilma Rousseff não vai depor como testemunha de Lula nesta quinta (9) no caso do sítio de Atibaia.

É a segunda vez que uma audiência com Dilma é desmarcada. Na primeira, dia 28 de junho, a defesa de Lula havia alegado falta de agenda.

Com isso, os advogados pediram para que o juiz Sergio Moro abra nova exceção, e remarque a oitiva em outra data (veja abaixo).

Dizem que, caso o juiz entenda não ser possível, que cancele o testemunho de Dilma.

Já o depoimento de Gilberto Gil, também na quinta (9), está mantido.

Fonte: VEJA

Comentarios