Brasil enfrenta Chile por semifinal e Tite projeta: “Vai ser difícil”

A vitória vale vaga nas semifinais da Copa América | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tudo está preparado. A Seleção Brasileira de Futebol Masculino enfrenta o Chile nas quartas de final da CONMEBOL Copa América 2021, nesta sexta-feira (2), às 21h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Tite e a comissão técnica visam um jogo difícil, mas prometem uma ofensiva para jogo que vale vaga na semifinal do torneio. O treinador revelou em entrevista que o Chile vem com todas as armas para tirar o Brasil da competição.

“É uma equipe de jogadores experientes, a base que tiveram no último confronto nas Eliminatórias. Jogadores acostumados a performar em adversidade. Algumas variações táticas, estamos nos atentando para tudo nesse cenário e preparando a melhor estratégia para neutralizar os pontos fortes deles. O Chile é bicampeão da Copa América nas duas anteriores às que o Brasil foi campeão, em 2019. Nesses jogos decisivos a gente tem que estar muito forte em quatro fatores, que são decisivos: a parte tática, a parte técnica, a parte física e a parte emocional, que precisam estar alinhadas. Quando se estabelece, a gente fica mais próximo da vitória”

Tite, treinador da Seleção Brasileira

O auxiliar técnico César Sampaio falou sobre o duelo com os chilenos e nomeou jogadores que podem ser os desafios a serem vencidos dentro de campo.

“O Chile tem um passado recente de duas conquistas de Copa América, em 2015 e 2016. É uma seleção mais cascuda, que tem remanescentes dessas conquistas, como Cláudio Bravo, Isla, Medel, Mena, Vidal, Aranguiz, Vargas… É uma seleção que sabe muito bem administrar pressões, com jogadores acostumados a performar em adversidade. Que tem na imposição técnica o seu forte, principalmente no setor de meio campo, com Pulgar, Vidal e Aranguiz. O Vargas é um jogador decisivo e importante. É um adversário que merece todo o nosso respeito. Preparamos a nossa seleção da melhor forma possível, para que a gente faça por merecer a vitória. É com esse espírito que a gente se prepara para as quartas de final”, concluiu.

Os treinos estão voltados para movimentos defensivos da equipe, além de cobranças de falta laterais e escanteios. As equipes são divididas para trabalho tático e em outros momentos, individuais.

Após o trabalho tático, os atletas ainda fizeram exercícios de bolas paradas, com cobranças de escanteios e faltas laterais.

Para chegar até aqui, a Seleção Brasileira se classificou em primeiro lugar do Grupo B. Em quatro jogos, foram três vitórias e um empate, com 10 gols marcados e apenas dois sofridos.

O Brasil estreou vencendo a Venezuela por 3 a 0, depois derrotou o Peru por 4 a 0, bateu a Colômbia por 2 a 1 e empatou com o Equador na última rodada, já com a primeira posição do grupo garantida. Nesta primeira fase, apenas o zagueiro Felipe, desconvocado por conta de uma lesão no joelho direito, não entrou em campo.

FONTE: EM TEMPO

Comentarios