Archie Harrison é o nome do filho de Meghan e Harry

Nome completo é Archie Harrison Mountbatten-Windsor, uma possível homenagem às origens germânicas da família real. | Foto: Dominic Lipinski/Pool via Reuters

Archie Harrison Mountbatten-Windsor é o nome do filho do príncipe Harry com Meghan Markle, a duquesa de Sussex. O nome foi anunciado nesta quarta-feira (8) no Instagram do casal, horas depois de o bebê ter sido apresentado ao mundo no Castelo de Windsor. O menino, sétimo na linha de sucessão à coroa britânica, nasceu na segunda-feira (6).

O título de Archie, segundo a BBC, será “Master”. O honorífico é usado para herdeiros de um visconde ou barão escocês, segundo o dicionário de Oxford. Na Escócia, Harry é barão de Kilkeel.

“Eles foram bem estratégicos nesse nome, porque “Arch” é uma derivação de “Archibald” . É um nome clássico alemão, que é muito comum na Inglaterra, em uma família real que tem origem alemã. Eles conseguiram agradar à gênese familiar da rainha Elizabeth ao mesmo passo que fugiram daquela coisa de homenagear alguém que já ocupou o trono”, explica Jonathan Portela, mestre em história pela Unifesp.

A Casa de Windsor, da qual faz parte a família real britânica, surgiu em 1917, quando o sobrenome foi adotado pela família real depois de uma proclamação do rei George V. O nome substituiu o antigo Saxe-Coburg-Gotha, que tem origem germânica.

A trisavó da rainha Elizabeth II, a rainha Vitória, foi a última monarca da Casa de Hanover, também uma dinastia real germânica. Ela casou com o príncipe Albert, que era duque de Saxe-Coburg-Gotha. (Veja árvore genealógica da família real ao fim da reportagem).

Já o sobrenome do bebê, Mountbatten-Windsor, começou a ser adotado em 1960. A rainha e o príncipe Philip decidiram que gostariam que seus descendentes diretos pudessem ser distinguidos do resto da família real – sem, no entanto, tirar o nome Windsor. Os descendentes de Elizabeth II, portanto – a não ser que tenham os títulos de “Sua Alteza Real” ou de príncipe e princesa – têm esse sobrenome, segundo o site da monarquia britânica.

Em 1947, o príncipe Philip assumiu o nome de Philip Mountbatten, como tenente da marinha real.

Para Jonathan, a escolha do nome reflete a tendência de Meghan e Harry, ao longo da gravidez até o parto, de fugir do comum. “Não escolheram um nome tradicional, da família real, que vem de outro rei ou duque. É surpreendente e, ao mesmo tempo, não, porque eles seguiram o estilo deles”, afirma.

“Archie” não estava entre as maiores apostas dos sites especializados do Reino Unido, que consideravam, principalmente, Arthur, Alexander ou Philip. Para os leitores que responderam à enquete do G1sobre qual deveria ser o nome do bebê, o preferido foi Arthur, que ficou com 48% dos votos. Philip ficou com 34% e Alexander, com 18%.

Como Meghan Markle é norte-americana, Archie terá direito a dupla nacionalidade, dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Archie é o quarto neto do príncipe Charles, e o primeiro da mãe de Meghan, Doria Ragland — que está na casa dos dois, Frogmore Cottage, localizada dentro da propriedade de Windsor, diz o jornal “The Guardian”.

Segundo o próprio príncipe Harry, o nascimento ocorreu depois do previsto: ele, que deveria ter ido a Amsterdã em 1º de maio, cancelou a viagem, o que levou a especulações de que a data prevista para o parto tinha sido ultrapassada.

Archie Harrison não será príncipe, ao contrário dos primos George e Louis, porque Meghan e Harry escolheram não dar o título ao filho. A escolha segue a da princesa Anne, filha da rainha Elizabeth, cujos filhos Zara e Peter não têm títulos.

A rainha poderia tê-los concedido ao novo bisneto, como fez no caso do príncipe Andrew. As duas filhas dele, Beatrice e Eugenie, são princesas. Archie também poderia ter usado um dos títulos menores de Harry, e ter se tornado conde de Dumbarton ou até mesmo Lorde Archie.

Por G1

Comentarios

COMPARTILHAR