Amazonino pressiona retorno ao poder e Arthur prevê decepção

Amazonino Mendes

Oito meses após perder a eleição para o governador Wilson Lima (PSC), o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) insiste em retornar ao poder, ao pressionar, por meio da própria equipe jurídica, resultado em perícia no celular do ex-prefeito de Nhamundá, Mário Paulain, acusado de compra de votos em favor do atual chefe do Executivo.

Isso acontece porque se anexada a nova informação, o processo de notícia-crime, ingressado pela coligação “Eu Voto no Amazonas”, no dia 20 de outubro de 2018, ficará mais robusto para julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

O processo que esquentou a política amazonense nos últimos dias é o de número 0602187-83.2018.6.04.0000, que sinaliza compra de voto em favor de Wilson Lima, pelo ex-prefeito do município de Nhamundá, Mário Paulain.

Para este processo, o advogado de Amazonino, Yuri Dantas, requereu na última sexta-feira (12), o laudo do aparelho telefone em que pode conter provas contra Wilson. No documento, a defesa argumenta que conforme artigo 97-A da Lei n.9.504/97, há o prazo de um ano para encerramento dos feitos eleitorais, o que pode resultar em “perda de mandato eletivo”.  Nos autos, estão anexados fotos e vídeos em que policiais civis apreendem dinheiro e diversos santinhos.

Ex-aliados

A notícia de possível retorno de Amazonino ao poder, animou ex-aliados, que desde a derrota eleitoral, haviam esquecido do cacique e, nos últimos dias, passaram a publicar fotos com ele nas redes sociais. Dentre os que reapareceram ao lado do ex-governador estão a ex-secretária de comunicação e amiga pessoal, Celes Borges; a ex-secretária do Fundo de Promoção Social e sobrinha dele, Monica Mendes e o ex-secretário da AmazonasTur, Orsine Oliveira.

Questionando sobre o assunto, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) diz que se a intenção de Amazonino é testar voto para a prefeitura em 2020, “terá grande decepção”.

Pesquisa DMP

Outro fator que fez o cenário político se movimentar foi a pesquisa DMP/Tiradentes divulgada coincidentemente, também na última sexta-feira, em que mostra Amazonino liderando as pesquisas de intenção de voto a Prefeitura de Manaus. No levantamento, Amazonino aparece com 21% e com a mesma porcentagem em rejeição. Além disso, desbanca o até então preferido das pesquisas, o ex-deputado e ex-governador interino David Almeida (Avante), que aparece com 15% e o deputado federal mais votado do Estado, José Ricardo (PT).

Na pesquisa, também aparecem Eduardo Braga (MDB), com 10% das intenções de voto, Alfredo Nascimento (PR) e Luiz Castro empatados com 5%, Marcos Rotta com 4%, Wilker Barreto (Podemos) com 3%, Marcelo Ramos (PR) e Chico Preto (PMN) COM 2% e Marcelo Serafim (PSB) e o empresário Romeiro Reis com 1%.

Por EM TEMPO

 

Comentarios