A casa caiu para a ‘Rainha do Chapolin’

Conhecida por furtar objetos no interior de veículos com o dispositivo 'Chapolin', Edivaneide Abreu da Silva, de 30 anos, foi presa pela 3ª vez. | Foto: Reprodução

Policiais Civis do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam, na tarde desta segunda-feira (15), Edivaneide Abreu da Silva, de 30 anos, na rua Coleirinha, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. Ela é suspeita de usar o dispositivo conhecido como Chapolin para furtar objetos no interior de veículos.

Segundo o delegado Raul Neto, titular do 12º DIP, a equipe da unidade estava investigando furto de celulares na área com uso do Chapolin, que é um dispositivo usado para bloquear o alarme dos carros. Como o carro não é travado, o ladrão furta os pertences do interior do veículo.

Por volta do meio-dia, a Polícia Civil conseguiu rastrear dois celulares que haviam sido furtados. Quando chegaram ao local, encontraram um carro que era conduzido por Edivaneide, mais conhecida como “Diva, A Rainha do Chapolin”, por já ter sido presa pelo mesmo crime no ano passado, cometendo em Manaus, e em 2015 em Presidente Figueiredo.

Com ela foram apreendidas várias bolsas de marcas de luxo e celulares que, segundo ela, foram furtados em estacionamentos de drogarias da capital, além de materiais que servem para abrir carros e residências.

Edivaneide foi levada para o 12º DIP e autuada por furto qualificado. Vai ser estipulada uma fiança e, caso ela não pague, vai ser encaminhada para audiência de custódia ficará à disposição da Justiça.

Por ACRÍTICA

 

Comentarios