Wilson Lima fez viagem particular para Israel quatro dias após massacre em prisões, afirma Globo News

Governador retornou ao Brasil no dia 8 de junho, de acordo com o relatório das passagens. | Arte: Fiscaliza Manaus

O governador do Amazonas, Wilson Lima, realizou uma viagem particular para Israel quatro dias após o massacre no Complexo Penitenciário Antônio Jobim (Compaj), em Manaus. A informação foi obtida em reportagem da Globo News divulgada nesta quarta-feira (19).

Nestes primeiros meses de mandato, Lima já passou quase 40 dias viajando, acumulando mais de R$ 100 mil em diárias.

Segundo o Portal da Transparência do Amazonas, o governador viajou no dia 31 de maio para Israel acompanhado da esposa, do presidente do partido PSC – Everaldo Pereira – e da esposa do pastor. O governador retornou ao Brasil no dia 8 de junho, de acordo com o relatório das passagens.

Com a repercussão da viagem, Wilson Lima começou a postar fotos e vídeos com políticos e pesquisadores de Israel e região. Segundo o governador, a pauta era a segurança do Estado.

Enquanto isso, a Força-tarefa de Intervenção Penitenciária federal permanece em Manaus, e deve deixar a capital amazonense apenas no fim de agosto.

À reportagem, o governador informou por meio de nota que a viagem não foi oficial, mas a convite do partido PSC, que pagou as despesas. A nota informa ainda que o objetivo era estreitar as relações com autoridades e instituições sobre temas voltadas para tecnologia e segurança pública.

Por G1

Comentarios