Vídeo: Motociclista morre após ser atropelado e abandonado sem socorro

Ambulância passa pelo local do acidente e não presta atendimento ao motociclista em Coroatá. (Imagem: Reprodução)

Um motociclista identificado como Raimundo Jansen Mota morreu no domingo (25) após ser atropelado e abandonado sem receber socorro no município de Coroatá, a 260 km de São Luís. Segundo a polícia, a vítima foi colhida “em cheio” por um motorista de um carro de passeio, reconhecido apenas como “Zé Henrique”.

De acordo com a Polícia Civil, o acidente aconteceu quando o motorista entrou na contramão e bateu de frente com a vítima, que vinha em uma motocicleta. O motorista identificado pela polícia como Zé Henrique, um comerciante de Coroatá, desce e arrasta o corpo do meio da pista, e em seguida vai embora.

A delegada que investiga o caso, Maria Tecla Cunha, o considera foragido. “O autor agora, que já é identificado, será responsabilizado por todos os seus atos, inclusive, por ter retirado a vítima do local de uma maneira muito brusca, que não seria função. O fato também de que existe indício de que ele estaria embriagado”.

Além de procurar o condutor do veículo que atropelou e matou Raimundo Jansen, a delegada Maria Tecla também quer saber quem conduzia as duas ambulâncias que passaram pelo local do atropelamento e não prestaram nenhum socorro. “Duas ambulâncias seguidas passaram no local não pararam, não prestaram nenhum tipo de pré-atendimento, até para a condução dessa vítima até uma unidade de atendimento a saúde”, finalizou.

Sobre as duas ambulâncias que não prestaram atendimento a Raimundo Jansen Mota, a assessoria da Prefeitura de Coroatá disse que não é possível identificar de onde são as ambulâncias, porque todas têm o mesmo padrão visual.

FONTE

Comentarios