Vereador Jairinho e mãe de Henry são presos no RJ

Investigações da polícia apontam que o político agredia o menino com o conhecimento da mãe. Para a Polícia Civil, a criança foi assassinada por ele. (Foto: Reprodução)

Agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca) prenderam na manhã desta quinta-feira (8) o casal Monique Medeiros e o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade) pela morte de Henry Borel, de 4 anos, ocorrida na madrugada do último dia 8 de março. Henry é filho de Monique com o engenheiro Leniel Borel. Para a Polícia Civil, o menino foi assassinado após sofrer sessões de tortura.

Os mandados de prisão contra o casal são temporários por 30 dias e foram expedidos nesta quarta-feira (7) pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A versão contada pelo casal foi de que a criança sofreu um acidente no quarto onde os três moravam, na Barra da Tijuca. Essa hipótese foi descartada pela polícia.

Jairinho e a namorada Monique são suspeitos de atrapalhar as investigações, ameaçar e combinar versões com algumas testemunhas. A polícia identificou que o vereador agredia o menino com chutes e golpes na cabeça, tudo isso com o conhecimento da mãe que era conivente. O casal foi preso em uma casa em Bangu, na Zona oeste do Rio.

FONTE: O DIA

Comentarios