Traficante do CV desafia polícia após ser preso em Manaus

Alisson assumiu ser integrante do Comando Vermelho em frente à imprensa amazonense. | Foto: Josemar Antunes

Alvo de investigações por comercializar drogas sintéticas, Alisson Luiz de Souza Izidoro, de 33 anos, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (7), durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral de Polícia Cívil do Amazonas (PC-AM). Sem se importar diante da imprensa, Alisson mostrou os dedos de forma obscena e disse que era “CV” – sigla em referência à facção criminosa Comando Vermelho.

Alisson foi preso na tarde de quinta-feira (6) na loja em que é proprietário, localizada na avenida Getúlio Vargas, bairro Centro, Zona Sul de Manaus, pela equipe de investigação do 24° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Com ele, os policiais civis apreenderam armas de fogo, munições, dinheiro e droga, além de um carro modelo BMW.

Durante coletiva de imprensa, Alisson afirmou que parte da droga era dele e negou outra parte apresentada pela polícia, bem como o dinheiro. Ele ainda assumiu ser integrante do CV e que não tinha medo de ser preso.

Com gesto obsceno com as mãos, ele disse: “Eu sou CV, não tenho medo de ser preso e só temo a Deus”, declarou.

De acordo com o delegado Marcelo Martins, titular da unidade policial e responsável pelas investigações, Alisson atuava no Centro, Zona Sul da capital, na comercialização de drogas sintéticas, como metanfetamina, ecstasy e LSD.

“Tínhamos o conhecimento de informações anônimas que Alisson e comparsas atuavam no Centro há um certo tempo e, por conta disso, intensificamos os trabalhos para retirá-lo de circulação e impedir o comércio de drogas”, disse o delegado Marcelo Martins.

Além de Alisson, foram presos Anderson, Brenda e Thiago. | Foto: Josemar Antunes

O delegado ressaltou, ainda, que foi representado à Justiça o pedido de mandados de busca e apreensão para os três imóveis onde Alisson atuava, sendo um apartamento localizado na rua Ramos Ferreira, no bairro Centro; uma loja na avenida Getúlio Vargas, também no Centro, e uma casa no bairro Japiim. Todos os locais na Zona Sul da capital. A ordem judicial foi expedida pela 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

Além de Alisson, foram presos Anderson Gabriel Queiroz Mesquita, de 24 anos; Brenda Raquel Mourão Gonçalves, de 27 anos, e Thiago Morais Pandura, de 25 anos. Eles foram encontrados no apartamento de Alisson. No local, foram apreendidos entorpecentes, duas balanças de precisão e um carro modelo Cobalt, de cor e placas não divulgadas.

A ação envolveu policiais civis do 24°DIP, Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e Departamento de Polícia Metropolitana (DPM).

Ao todo, os policiais civis apreenderam 95 comprimidos de metanfetamina, 45 comprimidos de ecstasy, uma cartela de LSD, 12 frascos de lança perfume, porções pequenas de maconha, porções e tablets de haxixe, além de dois revólveres calibre 38, munições e dinheiro oriundo da venda de drogas.

Alisson, Anderson, Brenda e Thiago foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Eles serão apresentados em audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Rei, no bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus.

Reverenciou FDN

No dia 30 de junho deste ano, o traficante Thiago Fernandes Farias, de 28 anos, conhecido como “Zureta”, reverenciou o narcotraficante José Roberto Fernandes, o “Zé Roberto da Compensa” – líder da FDN -, durante apresentação junto de comparsas envolvidos com o tráfico de drogas, na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Zona Leste de Manaus.

Por EM TEMPO

 

Comentarios