Sogro mata genro que vendeu sua filha para o tráfico sexual

John Eisenman descobriu que a filha menor de idade tinha sido vendida para uma quadrilha de tráfico sexual em Seattle por US $ 1.000 (R$ 5.621,80). (Imagem: Reprodução)

Um pai matou o namorado de sua filha após descobrir que o rapaz tinha vendido a moça para uma quadrilha de tráfico sexual. O genro foi encontrado morto a facadas no porta-malas de um carro abandonado em Washington, nos Estados Unidos.

John Eisenman, de 60 anos, foi acusado de assassinato em primeiro grau depois que o corpo de Aaron Sorenson, de 19 anos, foi encontrado. O senhor foi preso na última sexta-feira (29), segundo o The Spokesman-Review.

Em outubro de 2020, Eisenman descobriu que a filha menor de idade foi vendida para uma quadrilha de tráfico sexual em Seattle por US $ 1.000 (R$ 5.621,80).

Segundo o jornal britânico Metro UK, o pai conseguiu resgatar a filha com segurança, mas um mês depois, se vingou de Sorenson. Eisenman o sequestrou e o amarrou para conseguir colocar o jovem a força dentro do porta-malas de um carro modelo Honda Accord 1991 verde.

A polícia divulgou que o senhor agrediu o jovem batendo-lhe na cabeça com um bloco de concreto e depois esfaqueando-o várias vezes, causando sua morte. Em seguida, o pai dirigiu o carro para um lugar pouco movimentado no condado de North Spokane e abandonou o carro com o corpo ainda dentro.

O cadáver de Aaron Sorenson foi encontrado quando os moradores de Spokane perceberam um odor malcheiroso vindo do Honda Accord e acionaram a polícia. (iG)

 

Comentarios