Sobe para 8 número de municípios em situação de emergência por conta da cheia

Foto: Martha Regina/Defesa Civil

Subiu para oito o número de municípios do Amazonas que entraram em situação de emergência devido à cheia dos rios, segundo a Defesa Civil do Estado, que enviou equipes para as cidades, situadas nas calhas dos rios Juruá, Madeira e Purús. Outros 28 municípios já estão em “Estado de Atenção” ou “Alerta” por conta do nível dos rios.

Na lista de municípios em estado de emergência, estão:

  • Calha do Juruá: Eirunepé, Guajará, Ipixuna e Itamarati;
  • Calha do Purus: Boca do Acre e Pauini;
  • Calha do Madeira: Humaitá e Novo Aripuanã

Somente em Eirunepé, três bairros estão submersos e 62 escolas foram atingidas direta ou indiretamente pela cheia.

A Defesa Civil do Amazonas informou que um plano de resposta foi elaborado e que as equipes enviadas ao interior nesta sexta irão verificar in loco a situação de cada localidade.

Municípios classificados com status de “Atenção” em janeiro agora estão em “Estado de Alerta”. São eles:

  • Atalaia do Norte;
  • Benjamin Constant;
  • Fonte Boa;
  • Jutaí ;
  • São Paulo de Olivença;
  • Tabatinga.

Outras nove cidades também estão em “Estado de Alerta”:

  • Apuí;
  • Barreirinha;
  • Boa Vista do Ramos;
  • Borba;
  • Japurá;
  • Manicoré;
  • Maraã;
  • Nhamundá;
  • Parintins.

Ainda segundo a Defesa Civil, 12 municípios estão em “Estado de Atenção”. Veja a lista abaixo:

  • Alvarães;
  • Anamã;
  • Anori;
  • Beruri;
  • Canutama;
  • Coari;
  • Codajás;
  • Lábrea;
  • Manacapuru;
  • Tapauá;
  • Tefé;
  • Uarini.
Por G1

 

Comentarios