Senadora dos EUA pode ter sido morta por antiga colega de campanha

A suspeita (dir.) trabalhou com a senadora Linda Collins-Smith numa das suas últimas campanhas

Asenadora do Arkansas, nos EUA, Linda Collins-Smith, que foi encontrada morta em casa, poderá ter sido assassinada pela sua antiga colega de campanha, Rebecca Lynn O’Donnell.

A notícia foi divulgada pela Fox News, que informou que a mulher de 48 anos foi detida e é agora a principal suspeita do crime, que aconteceu na terça-feira, dia 4 de junho.

Embora a Polícia do Estado do Arkansas não tenha revelado a relação que une as duas mulheres, mais tarde um antigo diretor de comunicação republicano revelou que a suspeita trabalhou com a senadora Linda numa das suas últimas campanhas e que as duas eram amigas.

As circunstâncias da detenção ou os motivos do crime ainda não foram divulgados.

A senadora do Arkansas foi encontrada morta em sua casa, estando o seu corpo enrolado num cobertor. A mulher de 57 anos representou o distrito de Arkansas entre 2014 e 2019.

Por NOTÍCIAS AO MINUTO

 

Comentarios