Religiosos oferecem conforto espiritual no cemitério Nossa Senhora Aparecida

Foto: Nathalie Brasil/Semcom

Ao longo deste sábado, 2/5, populares que estiveram no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, zona Oeste, para sepultar os entes queridos, assim como funcionários do local, puderam contar com palavras de esperança e conforto, além de abençoar os seus mortos. Um revezamento entre padres da Arquidiocese de Manaus, e também de pastores e missionários, teve início neste sábado, no cemitério Tarumã, administrado pela Prefeitura de Manaus.

Devidamente protegidos e equipados com máscara, capacete de proteção e álcool em gel para higienizar suas mãos, os religiosos fizeram preces, benzeram e proferiram palavras de consolo aos usuários do cemitério, mantendo o distanciamento, para evitar o contágio pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

“Expressamos nossa solidariedade às famílias, celebramos a esperança na vida que ressuscita, na vida que continua. Além disso, tudo aquilo que é recomendado pelas autoridades de saúde, nós estamos seguindo, e com relação às famílias, proclamamos o evangelho respeitando a decisão de cada um”, destacou o padre Amarildo Luciano.

Famílias que sepultavam entes queridos e funcionários presentes no cemitério agradeceram a presença dos religiosos. Na ocasião, o pastor Francimar Pontes também exaltou os trabalhos das equipes que vem atuando no campo santo.

“A chegada da igreja me alegra o coração, é bom saber que a Arquidiocese de Manaus mandou seus missionários para confortar essas pessoas, temos a oportunidade de transformar esse lugar em um vale de solidariedade e esperança, por meio da fé. Seguimos também os procedimentos necessários, a Prefeitura de Manaus está de parabéns, todos tem seguido os procedimentos, os profissionais estão sempre equipados e transmitem segurança para todos”, ressaltou o pastor.

Durante a semana, outros padres, missionários, grupo de pastores e até mesmo devotos estarão presentes no cemitério levando palavras de conforto aos familiares e funcionários que atuam no local.

Comentarios