Procon-AM notifica seis postos de combustíveis por suspeita de prática abusiva de preços

Foto: Divulgação | Procon-AM

O Governo do Amazonas, por meio do Programa de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM), visitou, nos dias 16, 17 e 18 de janeiro, 60 postos de comercialização de combustíveis localizados em Manaus com o objetivo  de pesquisar, fiscalizar e notificar casos de práticas abusivas de preços praticados.

Dos 60 postos, seis receberam notificação conforme o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Eles devem  apresentar justificativa por elevar sem justa causa o preço dos combustíveis. Outros 54 postos estão em fase de análise das notas fiscais para que sejam tomadas as medidas cabíveis a cada caso.

Durante pesquisa de preços praticados nos 60 postos visitados, os menores valores das gasolinas comum e aditivada estão no Posto São Jorge, localizado no bairro Raiz, zona sul (R$ 3,37).

O etanol mais barato é vendido no valor de R$ 3,25, no posto nossa senhora aparecida, localizado na Avenida Nathan Xavier, bairro Novo Aleixo, zona norte.

O diesel comum mais em conta está no Posto Mucuripe, da Avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim, zona sul, comercializado a R$ 3,39.

Já o diesel s10 mais barato é comercializado no posto santa rosa, da Avenida Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha, zona sul, por R$ 3,48.

Os preços mais elevados da gasolina comum foram encontrados em 38 postos, com o preço de r$ 4,39. Um posto comercializa a versão aditivada por R$ 4,79. Outros sete vendem o etanol a R$ 3,59 e um vende o diesel comum por R$ 3,79 e R$ 3,89 na versão S10.

Comentarios