Prefeitura promove ações de prevenção às ISTs e Hepatites Virais

A ação foi executada por profissionais do Distrito de Saúde (Disa) Norte, da Semsa. ─ Foto: Divulgação/Semsa

Integrando a programação de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) no período de Carnaval, a Prefeitura de Manaus realizou na sexta-feira, 21/2, ação na barreira da Polícia Militar instalada no entroncamento entre as rodovias AM-010 (Manaus-Itacoatiara) e BR-174 (Manaus-Boa Vista).

A ação foi executada por profissionais do Distrito de Saúde (Disa) Norte, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no horário das 16h às 19h com abordagem de motoristas e passageiros de carros e ônibus para orientação das medidas de prevenção às ISTs, assim como a distribuição de preservativos.

“Todos os anos o Disa Norte promove ação na barreira da Polícia Militar e este ano, junto com os preservativos, também foi feita a distribuição de um kit com material educativo abordando doenças como o sarampo, meningite, malária, leptospirose, hanseníase e H1N1. O importante é que as pessoas recebam as informações necessárias para saber como evitar doenças”, ressaltou a técnica do Disa Norte, Eglantina Rocha. A ação no local teve continuidade na manhã de sábado, 22, até às 12h.

De acordo com a técnica do Núcleo de Controle das ISTs e Hepatites Virais da Semsa, Maísa Fernandes, a abordagem nos pontos de entrada e saída da cidade é uma estratégia de Educação em Saúde utilizada no período de Carnaval, já que muitas pessoas aproveitam o feriado para viajar.

“É mais uma forma de alertar e lembrar a população sobre as medidas de prevenção, entre elas o uso do preservativo como forma eficiente de proteção contra as ISTs, o que inclui infecção pelo HIV, HPV, a herpes genital, sífilis, gonorreia, hepatites B e C”, explicou Maísa.

Programação

Desde o início de fevereiro, a Semsa tem realizado a intensificação das ações para prevenção às IST/Aids e Hepatites Virais. A programação aconteceu nas Unidades de Saúde e em eventos carnavalescos, como apresentação de bandas e blocos, e em locais de grande circulação de pessoas, como os terminais de ônibus.

Além da distribuição de preservativos, a rede municipal atuou no reforço das ações de educação em saúde orientando a população sobre prevenção pré e pós-exposição, diagnóstico precoce, imunização para as infecções que têm a vacina disponível (HPV e hepatite B) e no combate ao preconceito.

Equipes da Semsa ainda irão atuar com oferta de preservativos no desfile de Carnaval das escolas de samba do Grupo Especial no sambódromo neste sábado, 22, e no Carnaboi, programado para a segunda-feira, 24.

Infecção

As ISTs podem ser causadas por vírus ou bactérias, e a transmissão acontece principalmente pela relação sexual sem uso de preservativo, mas também pode ocorrer da mãe para o bebê durante a gestação, o parto e a amamentação, ou por contato com sangue contaminado no compartilhamento de objetos que cortam ou furam (seringas, agulhas, lâminas de barbear e alicates de unha).

Comentarios