Prazo de inscrição para o Enem 2021 termina nesta quarta-feira

A avaliação é a principal porta de entrada para o ensino universitário no País e será aplicada nos dias 21 e 28 de novembro.

Estudantes que pretendem fazer o Enem 2021 têm até as 23h59 desta quarta-feira, 14, para se inscreverem no site oficial do Inep. A avaliação é a principal porta de entrada para o ensino universitário no País e será aplicada nos dias 21 e 28 de novembro.

As inscrições para o Enem 2021 podem ser feitas clicando aqui. De acordo com o Ministério da Educação, poderá fazer a versão online da prova alunos que já concluíram o ensino médio ou têm previsão de concluí-lo ainda este ano. Quem deseja realizar a prova apenas para a autoavaliação ou como “treineiro”, a aplicação será obrigatoriamente na modalidade impressa.

O MEC frisa ainda que o aluno deve se inscrever mesmo se não tiver conseguido a isenção da taxa de inscrição (R$ 85), que pode ser paga até a próxima segunda-feira, 19. O boleto pode ser gerado na Página do Participante, onde também é necessário indicar o município e unidade federativa em que pretende realizar a prova.

Para realizar a inscrição, o aluno precisa estar cadastrado no site do governo federal. O cadastro pode ser criado clicando aqui. Para este ano, o MEC afirma que tanto a versão impressa quanto a digital terão o mesmo conteúdo para as quatro áreas de conhecimento (linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias), tema da redação e serão aplicadas nos mesmos dias, 21 e 28 de novembro.

As notas do Enem podem ser usadas para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de ensino superior em Portugal.

Acessibilidade

O Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano terá recursos de acessibilidade para os alunos que pedirem atendimento especializado, como prova ampliada ou superampliada. O MEC também permitirá o uso de materiais próprios para a versão online, além de tradutor-intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras), tempo adicional e salas acessíveis. Os recursos também estarão disponíveis na versão impressa.

Para requisitar o atendimento especializado, o aluno precisa se encaixar em uma das condições descritas no edital e ter documento comprovatório. Confira a lista abaixo, conforme descrição do MEC:

  • Pessoas com baixa visão
  • Cegueira
  • Visão monocular
  • Deficiência física
  • Deficiência auditiva
  • Surdez
  • Deficiência intelectual (mental)
  • Surdocegueira
  • Dislexia
  • Déficit de atenção
  • Transtorno do espectro autista
  • Discalculia
  • Gestantes
  • Lactantes
  • Idosos
  • Pessoas com outra condição específica

FONTE: ESTADÃO CONTEÚDO

Comentarios