Penúltima reunião do Codam avaliará projetos que somam 1.523 empregos

Foto: Reprodução

Um total de 1.523 vagas no mercado de trabalho está previsto nos 28 projetos industriais que serão avaliados na pauta da 282ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), a penúltima do ano, que acontece na próxima terça-feira (22/10), às 10h, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam). A pauta da reunião, na íntegra, está disponível em www.seplancti.am.gov.br, item Codam.

Dos 28 projetos analisados pela equipe técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), 18 são de implantação, ou seja, novas linhas de produção, que somam R$ 454,779 milhões, do volume total de R$ 597,361 milhões de investimentos relacionados na pauta da reunião como um todo.

Dos 1.523 empregos projetados, 1.225 são para a área de produção e 298 para o setor administrativo.

Os destaques da pauta são o projeto da Adata Eletronics Brazil para a fabricação de unidades de armazenamento de dados não volátil (SSD) e de módulo de memória RAM, estimado em R$ 143 milhões com mão de obra de 120 trabalhadores. A Zaraplast da Amazônia submete aos conselheiros projetos para a fabricação de resina termoplástica extrudada e componente plástico para embalagem, no valor de R$ 67 milhões.

O Codam é a instância do Governo responsável pela execução da política de incentivos fiscais do Estado. O Conselho é formado por representantes de 18 instituições do âmbito estadual, federal e municipal, como a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e Prefeitura de Manaus.

Da administração pública estadual, fazem parte do Conselho a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e a Sedecti. O Codam conta ainda com representantes de instituições do setor privado, como Fieam, e da área trabalhista, como o Sindicato dos Metalúrgicos.

Balanço – Na reunião anterior, realizada em agosto, foram analisados projetos no valor de R$ 667 milhões. No acumulado do ano, o Conselho já aprovou, em cinco reuniões, um volume de recursos de R$ 3,393 bilhões, distribuídos por 146 projetos industriais aprovados este ano. A previsão é de geração de 5.638 vagas de trabalho quando os projetos estiveram efetivamente implantados, um período de até três anos.

 

Comentarios