Palmeiras quer Bolsonaro no Catar. Como o presidente prometeu

Felipe Melo e Bolsonaro ficaram muito próximos depois da eleição de 2018. ─ Imagem: Reprodução/Instagram

O dia era 17 de junho de 2020. Na posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria. “(Queria) Dizer ao Felipe Melo que está aqui ao meu lado. Estou aqui com o broche do Flamengo agora, mas estarei contigo no Catar no final do ano para levantar a taça de bicampeão mundial do Palmeiras.”

A promessa foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro. Direta ao capitão do Palmeiras, que foi para Brasília, convidado pelo presidente, apenas para a posse.

No cerimonial, os dois conversaram rapidamente. E Felipe Melo garantiu que o Palmeiras iria fazer de tudo para conquistar a Libertadores. Agora, o elenco do time paulista quer a presença do dirigente no Catar.

Principalmente na quinta-feira, dia 11 de fevereiro, dia da final do Mundial, passando pela semifinal do próximo domingo, quando enfrentará Tigres ou Ulsan Hyundai.

A agenda do presidente está em aberto. Não há programação divulgada para o dia 11 de fevereiro.

Por uma questão de respeito, Felipe Melo não deverá cobrar publicamente Bolsonaro. O elenco palmeirense espera que ele se manifeste.

Quanto ao ‘bicampeonato’ fica por conta do presidente. Porque ele considera a Taça Rio como título mundial.

Assim que foi eleito, em 2018, ele levantou o troféu do título brasileiro de 2018, que o Palmeiras conquistou. E ainda deu volta olímpica no Allianz Parque.

O desejo do time é que ele viaje para o Catar…

FONTE: R7

Comentarios