O gigante continental: o maior coelho do mundo

Na imagem abaixo, podemos ver o quanto esses incríveis animais podem cresce

O coelho gigante continental, também conhecido como ‘gigante de Flandres’, não é uma espécie. Na verdade, trata-se de uma raça muito grande do coelho doméstico (Oryctolagus cuniculus domesticus).

Por causa de sua docilidade, essa raça de coelho tem sido adotada como animal de estimação. No entanto, tendo em vista seu grande tamanho, fica claro que nem todos podem assumir a responsabilidade de cuidar desse animal adequadamente.

No entanto, aqueles que podem adotá-lo e proporcionar a ele um estilo de vida saudável, de acordo com as necessidades do animal, confirmam que, além de ser um gentil, também é um bom companheiro.

Origem da raça gigante continental

O gigante continental é uma das maiores e mais antigas raças de coelho. Há até mesmo evidências que sugerem que a raça pode remontar a meados do século XVI.

A raça foi importada para a Inglaterra em meados do século XIX e compartilha sua ancestralidade com a lebre belga. No entanto, não recebeu atenção até muito mais tarde, por volta de 1910, quando começou a aparecer em pequenos espetáculos de animais em todo o país.

Com o passar do tempo, o gigante continental foi ganhando cada vez mais fama no mundo todo e, por esse motivo, já no século XX, começou a ser adotado como animal de estimação com mais frequência.

Atualmente, é uma das raças mais populares nas feiras de coelhos por causa do seu enorme tamanho e das suas cores variadas e marcantes.

O tamanho do gigante continental

Essa é uma das maiores raças de coelho doméstico. A maioria desses gigantes pesa cerca de 6 kg, mas não são incomuns espécimes de 10 kg. Além disso, o corpo do gigante continental é comprido e muito forte, com um quadril largo e musculoso.

Outro traço que caracteriza essa raça de coelho é o arco das costas, que começa no ombro e se estende até a base da cauda. Isso dá ao animal a forma de um ‘bandolim’.

Os machos têm a cabeça maior e mais larga do que as fêmeas. Por sua vez, as fêmeas têm uma papada pronunciada. Além disso, também têm orelhas longas e eretas.

Em relação à pelagem, que é espessa e brilhante, há uma grande variedade de cores. Preto, branco, areia, marrom, cinza chumbo e cinza claro.

FONTE: MEUS ANIMAIS

Comentarios