Mulher é presa por tentar matar ex-companheira

Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, sob o comando da delegada Sylvia Laureana, titular da unidade policial, com o apoio de policiais militares lotados naquele município, distante 27 quilômetros em linha reta da capital, prendeu em flagrante, na noite do último domingo (27), por volta das 19h, o casal Ingrid Freire Salan, 21, e Marcos Fábio Pacheco Filho, 18, conhecido como “Kinho”, envolvido na tentativa de homicídio de uma jovem de 21 anos, ex-companheira de Ingrid.

O casal, preso durante ação conjunta entre as polícias Civil e Militar, foi apresentado durante coletiva de imprensa no prédio da Delegacia Geral. O delegado Geraldo Eloi, chefe de Gabinete da Polícia Civil do Estado, a titular da 31ª DIP e o subcomandante da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) de Iranduba, capitão Ademar Minori, estiveram presentes no local.

Sobre o caso, o chefe de Gabinete, na ocasião representando o delegado-geral, Lázaro Ramos, destacou a parceria na ação. “A Polícia Civil tem atuado, cumprindo a sua missão, com o apoio da Polícia Militar, que alcançou os dois e efetuou as prisões por esse crime de tentativa de homicídio. Dessa forma, obtemos êxito dando uma resposta aos populares de Iranduba. Ressalto que ações desse tipo estão sendo constantemente deflagradas pelas equipes da Polícia Civil”, destacou Geraldo Eloi.

“Ingrid já havia tido um relacionamento amoroso com a vítima e o crime foi motivado por ciúmes de Marcos. No dia do delito, a vítima foi atraída por Ingrid para uma área próxima a um condomínio situado na rodovia Carlos Braga, em Iranduba. No local, a jovem foi surpreendida por ‘Kinho’ e mais dois comparsas, ainda não identificados. O indivíduo alvejou a vítima na perna e, depois, os três elementos agrediram a garota com pauladas”, explicou Laureana.

De acordo com o subcomandante da 8ª CIPM, as prisões ocorreram na noite do último domingo (27/01), por volta das 19h,na rua Tenente José Carlos, bairro Graça Lopes, em Iranduba. “Durante diligências, conseguimos efetuar a prisão do casal na casa onde estava morando.  No momento da abordagem, ‘Kinho’ estava comercializando drogas. Com ele apreendemos 10 gramas de cocaína. Em seguida, os dois foram conduzidos à delegacia, onde foram realizados os procedimentos cabíveis”, pontuou Minori.

Mandado de prisão preventiva – A titular da 31ª DIP destacou que, durante o flagrante, foi constatada a existência de mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio em nome de Marcos. O crime ocorreu no dia 25 de novembro de 2018 e teve como vítima um homem de 30 anos. A ordem judicial em nome de Marcos foi expedida em janeiro deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva, da 2ª Vara da Comarca de Iranduba.

Segundo Laureana, Marcos também é autor do homicídio de um adolescente de 16 anos. O delito aconteceu no dia 1º de janeiro deste ano. Além disso, ele está envolvido em mais de 10 processos criminais, de quando era adolescente, relacionados a atos infracionais análogos distintos, como homicídio, tráfico de drogas, roubo e furto.

Flagrante – Ingrid e Marcos foram autuados em flagrante por homicídio tentado. Marcos também irá responder por tráfico de drogas. Além disso, o jovem foi indiciado por tentativa de homicídio cometida em novembro de 2018 e pelo homicídio cometido no dia 1° de janeiro deste ano.

Comentarios