Marinha do Brasil apoia projeto oftalmológico no interior do AM

Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), apoia o Projeto Amazônico de Oftalmologia Humanitária, que prevê a realização de um mutirão de cirurgias oftalmológicas nos municípios de Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Borba e Nova Olinda (AM), no período de 13 a 21 de abril de 2019. O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) Soares de Meirelles, que transportará a equipe de cirurgiões oftalmologistas de São Paulo e Manaus que conduzirão as atividades, partirá de Manaus na próxima segunda-feira, 08 de abril de 2019, às 9h, do Cais da Estação Naval do Rio Negro, para dar início à comissão.

O projeto é desenvolvido por meio de uma parceria entre a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), o Instituto Paulista de Estudos e Pesquisas em Oftalmologia (IPEPO), Lupas Leitor, Johnson e Johnson, a Fundação Piedade Cohen (FUNDAPI) e a Sociedade Amigos da Marinha de Manaus (SOAMAR-Manaus), com o apoio do Com9ºDN.

O NAsH Soares de Meirelles participa da ação com uma equipe de saúde composta por médicos, enfermeiros, dentistas, farmacêutico e técnicos de enfermagem, a qual atua na triagem dos procedimentos médicos, atividades de coletas de preventivo, vacinas, entrega de medicamentos, exames laboratoriais e palestras de prevenção à saúde. O navio, equipado com dois consultórios médicos, dois consultórios odontológicos, sala de vacina, sala de raio-x, centro cirúrgico e laboratório, é subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas (ComFlotAM).

A previsão é de que sejam realizadas cerca de 400 cirurgias de catarata e a distribuição gratuita de cinco mil óculos de leitura.

 

Comentarios