Justiça proíbe MC Maylon de citar Anderson do Molejo nas redes sociais

Em liminar, juíza determina multa de R$ 1 mil para cada publicação ou menção à queixa de estupro feita pelo MC contra o pagodeiro.

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro proibiu o cantor e dançarino Maycon Douglas Pinto do Nascimento Adão, o MC Maylon, de fazer postagens em redes sociais e de falar publicamente sobre a denúncia de estupro que fez contra o cantor do Grupo Molejo, Anderson Leonardo.

Na decisão, além de decretar o sigilo, a juíza Ana Paula Azevedo Gomes, da 7° Vara Cível da comarca de Campo Grande, determinou uma multa de R$ 1 mil para cada publicação ou menção ao caso feita por Maylon.

A magistrada atendeu a um pedido do pagodeiro após Maylon anunciar sua participação em um reality show que será transmitido na internet.

Leia a matéria completa no Metrópoles.

Comentarios