Haitiano mata esposa asfixiada motivado por ciúmes, na Zona Norte

Homem deixou filha do casal, de 9 meses, em maternidade na Zona Norte. | Foto: Divulgação

Policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prenderam por volta das 9h30 da manhã desta terça-feira (11), o haitiano Jean Dieune Gedeon, 48, quando ele se preparava para fugir em um carro no Terminal Rodoviário de Manaus, no Bairro de Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. Ele é suspeito de matar asfixiada a esposa dele, de 38 anos.

Segundo o sargento da Polícia Militar Tomé de Souza,  policial que atendeu a ocorrência, testemunhas informaram que Jean desconfiava que a mulher estava lhe traindo. Na manhã dessa terça-feira, por ciúmes, ele matou a mulher asfixiada na sua residência, que fica na rua Renato Lins (antiga Rua 9), Conjunto Amazonino Mendes, Bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Em desespero, Jean deixou a filha do casal, de 9 meses, na maternidade Azilda da Silva Marreiro, que fica no Conjunto Galiléia, bairro Nova Cidade, Zona Norte.

Logo em seguida, ele foi até a Paróquia São Geraldo, que fica no Bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul, Igreja que abriga os imigrantes haitianos. No local, Jean falou para algumas pessoas o que tinha feito. O Pároco avisou a polícia militar.

Os policiais militares da 22ª Cicom saíram pela avenida Constantino Nery em busca do suspeito. Quando chegaram no terminal Rodoviário, encontram o haitiano dentro de um carro, pronto para fugir. Ele estava com todos os documentos e uma alta quantia em dinheiro. Ele foi preso e encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde foi apontado o flagrante.

Por ACRÍTICA

Comentarios