Funcionários dizem que salário milionário de Sikêra Jr é responsável por redução salarial

Os colaboradores tiveram redução salarial de até 33% enquanto o apresentador do "Alerta Nacional" continua com salário milionário
Os funcionários da RedeTV! não estão satisfeitos com a redução salarial aderida pela emissora após o decreto de Jair Bolsonaro assinado na última terça-feita (14) que permite que as empresas reduzam os salários para evitar prejuízos e demissões por conta da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.
Mas não é só isso. De acordo com site Notícias da TV , os colaboradores culpam o apresentador Sikêra Júnior pela decisão tomada pelos donos da RedeTV! , Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho. Tudo isso está acontecendo porque, no mês passado, o contrato do âncora do “Alerta Nacional” foi renovado e seus ganhos serão de R$ 500 mil, entre salário e participação em merchandising. Ou seja, nos próximos 84 meses, ele receberá em torno de R$ 42 milhões.
Agora, os colaboradores fixos da emissora terão seus salários reduzidos em 25%, enquanto os com contratos PJ terão uma redução de 33% e, por isso, estariam reclamando sobre a renovação de um contrato milionário, como foi o caso de Sikêra.
A empresa confirmou as reduções salariais, mas evitou comenta sobre a revolta dos funcionários. “A emissora segue tomando as medidas necessárias para a adequação ao cenário ocasionado pela pandemia”, disse a RedeTV! em nota.
FONTE: IG GENTE

Comentarios