Família de Codajás foi vítima de piratas do rio, segundo polícia

(Imagem: Divulgação)

Segundo investigações da Polícia Civil, as quatro pessoas de uma mesma família encontradas mortas dentro de canoas à deriva na última terça-feira (26), em Codajás, foram vítimas de chacina praticada por “piratas do rio”.

A família que estava desaparecida havia três dias foi identificada como sendo o pai Raimundo Francisco da Silva Rosas, 71 anos; a mãe, Ana Maria Araújo Lima, 37 anos; e as filhas do casal, Janaína Lima Rosas, 19 anos, e Ana Paula Lima Rosas, de apenas 13 anos. Todos foram mortos com golpes de terçado.

Segundo a polícia, ainda não se sabe o que teria motivado as mortes. Até o momento, três suspeitos do crime foram presos, mas não tiveram a identidade revelada.

#Portal AM News

 

Comentarios