Dupla é presa com meio quilo de skunk, em Santa Isabel do Rio Negro

O entorpecente foi encontrado no interior de uma embarcação e a dupla presa por tráfico de drogas © Divulgação/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Aldiney de Brito, titular da 76ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Santa Isabel do Rio Negro, em ação conjunta com policiais militares lotados naquele município, distante 630 quilômetros em linha reta da capital, realizou, na tarde de sexta-feira (18/5), as prisões, em flagrante, de Genilson Jacinto Neto Rodrigues Delgado, 28, conhecido como “Paiote”, e do primo dele, Maikon Rodrigues de Albuquerque, 27, o “Maikão”, por tráfico de drogas.

De acordo com a autoridade policial, os policiais chegaram até Genilson após receberem denúncias anônimas, informando que o infrator teria despachado, em uma embarcação, uma quantidade de drogas para um município vizinho. Para constatar a veracidade da delação, as equipes saíram em diligências e conseguiram encontrar “Paiote” na residência da mãe dele, situada no bairro São Judas Tadeu.

“Após a abordagem, Genilson acabou revelando que tinha embarcado uma encomenda, em uma das agências de navegação do município, mas que não sabia o que tinha dentro do pacote despachado porque teria feito apenas um favor para o primo dele, o Maikon”, explicou o delegado.

Em continuação às diligências, os policiais seguiram até a embarcação mencionada por Genilson e conseguiram apreender a embalagem contendo, aproximadamente, meio quilo de maconha do tipo skunk. “Seguindo os trabalhos, seguimos até um comércio, onde o Maikon estava, no Centro de Santa Isabel do Rio Negro. O infrator negou que tivesse deixado essa encomenda para Genilson enviar”, destacou o titular da unidade policial.

Conduzidos à delegacia, os infratores foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis, a dupla ficará detida na carceragem da 76ª DIP, à disposição da Justiça.

Comentarios