Dupla confessa ter decapitado e enterrado homem, em Caapiranga

O corpo de João Raimundo da Silva e Silva, 34, foi enterrado pela dupla em uma cova rasa. Segundo os suspeitos, a vítima furtou a quantia de R$ 900, que seria usada para pagar fornecedores de drogas. | Fotos: Divulgação/PC-AM

Henry Levi do Nascimento Ramos, 18, e Marcos Costa dos Santos, 34, foram presos, nesta quinta-feira (18), suspeitos de decapitar e enterrar, numa cova rasa, João Raimundo da Silva e Silva, 34, em Caapiranga (a 134 quilômetros a oeste de Manaus). As informações são da equipe de investigação da 32ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município.

A vítima estava desaparecida desde o dia 2 deste mês. Conforme a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), após ter sido decapitado, o corpo de João Raimundo foi enterrado em uma cova rasa, na área do cemitério de Caapiranga.

Henry e Marcos foram presos em cumprimento a mandado de prisão, durante a operação Municípios Integrados, Médio Solimões, desencadeada nesta quinta-feira.

De acordo com a equipe de investigação da 32ª DIP, a dupla confessou, durante depoimento, que decapitou e enterrou o corpo de João Raimundo, porque ele, segundo os suspeitos, furtou a quantia de R$ 900, que seria usada para pagar fornecedores de drogas, em Caapiranga.

Henry e Marcos foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado e estão à disposição da Justiça de Caapiranga.

A operação desencadeada nesta quinta-feira no município resultou na prisão de 15 pessoas, segundo a equipe de investigação da 32ª DIP.

Por D24AM

 

Comentarios