Diretor da Embrapa desfaz fantasias espalhadas mundo afora sobre Amazônia

Evaristo de Miranda criticou a ameaça de boicote ao agronegócio brasileiro em razão de suposto desmatamento na região ─ Foto: Marcos Oliveira/Senado

O diretor da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda, desfez a fantasia de que a Amazônia “vive o pior momento da História”. Miranda criticou a ameaça de boicote ao agronegócio brasileiro em razão de suposto desmatamento na região. Como um dos maiores especialistas brasileiros no assunto, o pesquisador diz que as principais commodities agrícolas são produzidas fora da Amazônia e chama os ataques de “abusivos”.

A série histórica do levantamento do Inpe sobre o desmatamento mostra que o recorde foi em 2004 (27 mil km2). Em 2019, foram 10 mil km2.

Miranda explica que a agricultura na Amazônia é feita por pequenos e médios produtores, responsáveis pelo abastecimento com itens básicos.

Segundo o chefe da Embrapa Territorial, o Brasil falha apenas na tarefa de mostrar para o mundo as coisas como elas realmente são.

FONTE: COLUNA CLÁUDIO HUMBERTO

Comentarios