Desmorona a cada dia versão de deputada sobre agressão que sofreu

Deputada Joice Hasselmann (PSL). FOTO: LULA MARQUES

O exame das 16 câmeras e os seguranças do prédio onde a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) mora, em Brasília, desmentem sua versão de que o apartamento teria sido invadido por agressores que a deixaram com cinco fraturas no rosto, cortes e dois dentes a menos.

Nenhum estranho saiu ou entrou no apartamento nos dias em que a agressão se deu. Nem a deputada saiu para exames, como afirmou, em um hospital.

Restam duas linhas aos investigadores, segundo revela a Coluna Cláudio Humberto: a deputada foi vítima de violência doméstica ou se lesionou para ganhar manchetes ou por razões de natureza psicológica.

O delegado Miguel Lucena, do DF, deu sua opinião profissional, sábado (24): a investigação deveria começar dentro da casa da deputada, que diz não se lembrar de nada e confirma que o marido e uma empregada se encontravam no interior do apartamento.

Lucena lembrou ontem da investigação que comandou em 2015, na 3ª DP do DF, de um homem que se machucava e até deu tiro no próprio pé, simulando “atentados”. Tinha problemas de ordem psicológica, claro.

FONTE: COLUNA CLÁUDIO HUMBERTO

Comentarios