Cunhada matou estudante no Ouro Verde, afirma delegado

A vítima Luana Freire (à esquerda) e a cunhada Thais Rejane. (Foto: Reprodução/Facebook)

Thais Rejane foi presa em flagrante na noite desta segunda-feira (03), por volta das 20h, como autora da morte da estudante Luana Freire, de 19 anos, ocorrida na manhã de hoje, no Conjunto Ouro Verde, no bairro Coroado, na Zona Leste de Manaus. Segundo o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Orlando Amaral, a autora do crime é cunhada da vítima.

Ainda de acordo com Amaral, a prisão ocorreu na casa de Luana onde também morava Thais, com o marido, sua filha e os pais da vítima. A equipe de investigação acredita que a autora do crime tenha recebido ajuda de um cúmplice.

Entenda o caso

Luana Freire foi encontrada morta por volta das 8h de hoje (3) dentro da casa dela, na Travessa Pato Branco, com vários golpes de faca pelo tórax. Thais foi quem acionou a polícia após pedir que um funcionário da academia que funciona na parte de baixo da casa de Luana a acompanhasse para adentrar no imóvel.

Os próprios policiais da DEHS foram acionados por Thais e o delegado plantonista, Paulo Cesar Ferreira, esteve no local. Mais cedo, para a reportagem, a polícia informou que o crime teria sido motivado porque a vítima provavelmente reconheceu o autor de um roubo, que levou da casa a quantia de R$ 5 mil (em espécie).

Segundo informações de amigos da vítima, a jovem tinha a quantia em dinheiro em casa por ser tesoureira da Igreja Adventista do Sétimo Dia, onde seus pais também desenvolviam atividades.

Thais deve ser apresentada à imprensa em coletiva nesta terça-feira (03) na sede da DEHS.

(Por A Crítica)

Comentarios