Corpo de adolescente é encontrado boiando em igarapé do Educandos

O corpo de Sigrid Libório, de apenas 14 anos, tinha marcas de tiros em diversas partes, inclusive na testa. ─ Foto: Winnetou Almeida

O corpo da adolescente identificada como Sigrid Libório de Santana, de 14 anos, foi encontrado boiando, no início da tarde desta quinta-feira (6), às margens de um igarapé situado no bairro de Educandos, Zona Sul de Manaus.

Segundo informações do supervisor da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIP Cães), tenente Afonso, a equipe policial recebeu a denúncia por volta de 12h, onde populares indicavam a existência de dois corpos no local. Ainda conforme o oficial da PM, durante o trabalho de farejamento da cadela ‘Fiona’, pela rua Nova, no mesmo bairro, foi identificado apenas um corpo, que estava boiando próximo de algumas embarcações.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros foram acionados e, durante o trabalho de perícia, identificaram ao menos dez disparos pelo corpo da vítima.

“Ela recebeu tiros em diversas partes do corpo: membros superiores e inferiores, além de tórax e um tiro na testa”, disse o plantonista da DEHS, delegado Luiz Rocha, atestando que a adolescente teria morrido em outro lugar e, possivelmente, jogada no igarapé.

Populares que avistaram o cadáver disseram que a vítima, juntamente com a amiga, identificada como Thayssa Kerolaine da Silva, 14 – que está desaparecida – moravam no bairro Colônia Oliveira Machado, na mesma zona, e, minutos antes de ser morta, a vítima teria desabafado com a outra garota, dizendo que estava sendo ameaçada por integrantes de uma facção criminosa da área.

Ainda segundo as testemunhas, um homem não identificado teria chegado com o corpo de Sigrid e jogado no igarapé. A família confirmou que a menina teria ido ao encontro da amiga dela.

A DEHS, de acordo com o plantonista, irá ouvir os familiares para então obter uma linha de investigação do caso.

“Iremos ouvir familiares e possíveis testemunhas, para, então, iniciarmos as investigações. Não iremos descartar nenhuma das hipóteses”, pontuou a autoridade policial.

O corpo da adolescente foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML). [ACRÍTICA]

Comentarios