Contra o Bayern, Neymar encara novo Dia D pelo PSG

Neymar tem seis gols em seis jogos da atual edição Alexander Hassenstein/Getty Images

Já tornou-se um hábito, quase uma tradição: em dias de mata-mata da Liga dos Campeões da Europa, fãs de Neymar espalham seu apoio ao atacante brasileiro com a hashtag #NeymarDay nas redes sociais. No ano passado, a estratégia funcionou até a final, na qual o Paris Saint-Germain foi derrotado pelo Bayern de Munique. Nesta terça-feira, 13, o camisa 10 e o PSG têm uma chance de ouro de revanche, justamente contra o atual campeão, no Parque dos Príncipes. A partida terá transmissão ao vivo pelo Facebook da Champions League e no Estádio TNT Sport, plataforma de streaming, a partir das 16h (de Brasília) e vale muito mais do que “apenas” uma vaga na semifinal para o PSG.

O clube francês venceu por 3 a 2 na última semana, em Munique, debaixo de muita neve e com atuação memorável da dupla Neymar-Mbappé. O brasileiro foi responsável por duas assistências, uma para o gol de Mbappé e outra para o de Marquinhos, enquanto o parceiro de ataque marcou duas vezes.

Mbappé e Neymar comemoram um dos gols do PSG sobre o Bayern pela Champions League – Alexander Hassenstein/Getty Images

Para passar as semifinais, a equipe do técnico Mauricio Pochettino pode empatar ou até perder por um gol de diferença com os placares de 1 a 0 ou 2 a 1. A repetição do placar de ida leva o confronto para a prorrogação. O clube alemão passa caso vença por dois ou mais gols de diferença ou por um, com placares superiores a 4 a 3.

Neymar nunca foi tão letal na competição: tem seis gols e suas assistências em seis partidas na atual edição da Champions. Nem mesmo na temporada 2014/2015, a do título conquistado com o Barcelona, foi tão decisivo. Na ocasião, terminou como artilheiro, com dez gols, mas em 12 partidas disputadas. Na atual, ficou de fora dos dois jogos com o Barcelona, em recuperação de lesão, e viu Mbappé conduzir quase sozinho o PSG. O camisa 7, por sinal, marcou oito gols nos últimos quatro jogos da competição.

Às vésperas da decisão, Neymar vive um contexto pouco esperado no PSG após desacertos, ligações constantes sobre saída e a pecha de que sua passagem por Paris tinha data de validade certa, até junho de 2022, data do final de contrato. O jogador, no entanto, tem boas chances de acertar a extensão do vínculo até 2026, com aditivos pomposos, um deles caso consiga, justamente, ganhar um título inédito da competição pelo time parisiense. O acordo pode acontecer antes do término da atual edição.

Comentarios