Combate ao tráfico de drogas nos rios ganha reforço de lanchas blindadas

Lanchas devem fazer policiamento no Rio Solimões, entre Coari e Tefé. ─ Foto: Euzivaldo Queiroz

Com o intuito de combater o crime organizado nos rios do Amazonas, o Governo do Amazonas entregou, na manhã desta quarta-feira (19), duas lanchas blindadas para serem usadas pelas Forças de Segurança do Estado. As lanchas integram um pacote de 140 novos itens, entre os quais estão inclusos micro-ônibus e carros.

A entrega ocorreu no Podium da Arena da Amazônia, localizado no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus. Os investimentos somam mais de R$ 3,5 milhões e os equipamentos auxiliarão os trabalhos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Integrado de Ensino e Segurança Pública (IESP).

As lanchas blindadas, itens inéditos ja entregues, serão utilizados em operações de inteligência e em articulação com a Base Fluvial Arpão que o Governo deve instalar na região do Rio Solimões.

“Elas darão apoio a Base Arpão que nos vamos lançar nos próximos que vai ficar no Rio Solimões entre as bases de Coari e Tefé para combater o tráfico de drogas e aqui. Reiterei a determinação que dei no início do Governo para que o secretario de segurança use todos os recursos de inteligência até o limite da lei com o objetivo de sufocar a questão do tráfico de drogas”, destacou o governador do Amazonas, Wilson Lima.

De acordo com o governador, outras bases fluviais serão firmadas nos rios para o enfrentamento do narcotráfico, equipadas com novas embarcações a serem entregues ao longo do primeiro semestre.

“Da mesma forma, estamos pedindo apoio do Governo Federal, que tem nos ajudado com a instalação do centro de inteligência, com a disponibilidade de homens que vão ficar na Base Arpão. A gente também fez um pleito junto a Polícia Federal para a reativação da Base Anzol e estamos trabalhando para que haja uma base no Rio Negro”, destacou ainda.

Finanças

O material foi adquirido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), através de recursos próprios e doações e convênios com o governo federal. As lanchas são provinientes do programa de Apoio às Despesas da Capital (Prodecap) e totalizam investimentos de R$ 2,7 milhões.

“No momento em que recebemos esses equipamentos, a tropa começa a ter uma proteção maior, a exemplo das lanchas blindadas. Elas darão maior segurança aos policiais que estarão na ponta, combatendo o crime organizado de maneira eficaz. Esse investimento é significativo e tenho certeza que dará a proteção efetiva ao cidadão de bem”, complementou o comandante geral da PM, coronel Ayrton Norte.

Outros equipamentos

Além das lanchas, carros e vans, foram entregues ao Instituto de Formação e Aperfeiçoamento de Profissionais da Segurança Pública 52 microcomputadores. O convênio com o Governo Federal teve o investimento de R$ 249 mil. O Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA) foi beneficiado com telefones satelitais, com investimento de R$ 23,1 mil. Para a Polícia Civil, também foi possível a renovação de frotas com 50 novos carros que auxiliarão no trabalho investigativo em Manaus.

Fonte: ACRÍTICA

Comentarios