Caixa bloqueia ‘centenas de milhares’ de contas beneficiárias do auxílio por fraude

Instituição identificou fraudes em diversas contas, afirmou o presidente Pedro Guimarães nesta terça-feira

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que a empresa suspendeu ‘centenas de milhares’ de contas digitais após identificar fraudes no recebimento do auxílio emergencial. A informação foi dada em entrevista ao portal InfoMoney nesta terça-feira.

“Com a implementação rápida que tivemos que fazer para distribuir o auxílio lá no começo, sobraram algumas brechas de segurança. Em maio, em uma janela de dez dias, hackers acessaram milhares de contas. Identificamos todas e já corrigimos os problemas, mas pessoas honestas tiveram suas contas bloqueadas porque tivemos que salvar o dinheiro público”, afirmou.

Guimarães esclareceu ainda que ninguém será penalizado por ter sido hackeado, mas que essas pessoas precisarão ir presencialmente a uma agência da Caixa, com documentos em mãos, para comprovar a identidade.

Primeira parcela será paga a 700 mil nesta quarta

A Caixa vai creditar a primeira parcela do auxílio emergencial para 721.337 beneficiários a partir desta quarta-feira, para os nascidos em janeiro. Os beneficiários entram no ciclo 1 do novo calendário de pagamento, que passou a ser organizado em ciclos de crédito na poupança social digital e saque em espécie.

Os beneficiários que vão receber a primeira parcela do auxílio emergencial no ciclo 1 fizeram o cadastro entre 17 de junho e 2 de julho. O crédito e o saque são escalonados pelo mês de aniversário.

Segundo esse calendário, nascidos em janeiro recebem no dia 22; em fevereiro, em 24 de julho; em março, 29 de julho; em abril, 31 de julho; em maio, 5 de agosto; em junho, 7 de agosto; em julho, 12 de agosto; em agosto, 14 de agosto; em setembro, 17 de agosto; em outubro, 19 de agosto; em novembro, 21 de agosto; e em dezembro, 26 de agosto. O saque em dinheiro será entre os dias 25 de julho e 17 de setembro.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Comentarios