‘Bonde do Vovô’ é preso após invadir Prosamim e trocar tiros com a PM

Foto: Jucélio Paiva

Sete homens que integram o ‘Bonde do Vovô’ foram presos, na segunda-feira (15), após atirar em dois homens e ainda trocar tiros com policiais militares da Força Tática, durante uma invasão ao Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), conhecido como ‘Prosamim Cajual’, no bairro Santa Luzia, zona sul da capital.

Após a prisão, os homens confessaram que invadiram o Prosamim Cajual para tomar uma ‘boca de fumo’, que tinha sido invadida por traficantes de uma facção rival, no ultimo domingo (14), de acordo com o major Igor Reis, comandante da Força Tática.

Uma escopeta calibre 12, além de três pistolas, sendo duas calibre ponto 40 e uma calibre 380 milímetros, foram apreendidas na ação.

Os presos foram identificados como Antenor Ribamar de Oliveira Coimbra, 49; Israel Paixão Mota Alfaia, 38; Mário Ferreira da Silva, 34; Rafael Pereira Vieira, 23; Ethison Khalil Silva de Oliveira, 20; Patrick Sales de Vasconcelos, 20, e Vinicius Eduardo Souza da Silva, 20.

Na sede do Batalhão da Força Tática, os suspeitos relataram integrar a Facção Criminosa Família do Norte (FDN), e que invadiram o Prosamim Cajual para matar rivais da Facção Criminosa Comando Vermelho (CV).

De acordo com o major Reis, por volta das 16h30, pelo menos 12 homens, fortemente armados, chegaram em um carro branco, de modelo e placa não identificados, e começaram a atirar contra os rivais. Durante o confronto, dois homens foram baleados. Socorridos por comunitários, eles foram levados ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na zona leste da cidade.

Os suspeitos tentaram fugir, mas foram interceptados por policiais da Força Tática, nas proximidades da ‘Ponte do Peixe’, na divisa com o bairro Morro da Liberdade, também na zona sul de Manaus.

Ainda conforme o major Reis, houve troca de tiros entre a polícia e os suspeitos. Durante o confronto, sete homens foram presos e outros cinco conseguiram fugir, por meio de um igarapé. “Os cinco conseguiram fugir do local pulando no igarapé e subindo pelas palafitas, mas conseguimos fazer a detenção dos sete, com todo esse armamento”, disse.

Os sete presos foram levados para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para prestar depoimento. O major Igor Reis informou ainda que o policiamento foi reforçado na área do Prosamim, após a invasão na tarde desta segunda-feira.

Por D24AM

 

Comentarios